• Edif. Advanced Trade, Sala 601, Caminho das Árvores, Salvador-Bahia
  • (71) 3052-1011
  • contato@consulfis.com.br

A Importância da Contabilidade para Transportadoras

img

09

dez

A Importância da Contabilidade para Transportadoras

09/12/2019 Artigos, Notícias

Uma contabilidade especializada em uma área específica é de extrema importância, principalmente quando estamos falando de áreas com algumas peculiaridades, como é o caso das transportadoras.

Uma contabilidade para transportadora pode ajudar no crescimento da sua empresa, estando como responsável por isso um contador especializado e que conheça sobre o assunto, que poderá auxiliar você a maximizar os resultados da sua empresa.

Se você tem uma transportadora e gostaria de saber mais sobre uma contabilidade especializada, continue lendo.

Como funciona uma contabilidade para transportadora?

a imagem representa uma calculadora, fazendo referência ao controle e redução de custos, que são pilares numa contabilidade para transportadoras

Uma transportadora tem custos relacionados a sua frota com: aquisição dos veículos, combustível, manutenção e mão de obra. Além das suas atividades serem regulamentadas por legislações específicas que sofrem mudanças com o passar do tempo.

Um contador especializado nesse tipo de contabilidade pode ajudar a reduzir esses custos, e sempre estar atento às mudanças nas leis. Essa especialização faz com que o trabalho seja melhor e mais completo.

Veja algumas vantagens de ter uma contabilidade para transportadoras:

  • Organização – A rotina de um contador requer muita organização, e tendo a especialização em contabilidade para transportadora, ele conhece a fundo cada uma das contas da sua empresa, otimizando todos os resultados e controle interno da transportadora; 
  • Atendimento personalizado – O contador conhece a rotina da sua empresa, tendo  mais qualidade por um serviço especializado;
  • Atualização constante – Ele sempre está por dentro das leis e normas, se mantendo atualizado de acordo com a necessidade;
  • Conhecimento tributário – Ter esse conhecimento é essencial para o crescimento da empresa, por isso ter uma contabilidade especializada poderá fornecer essas informações com maior precisão, entregando todas as obrigações em dia e gerando todos os impostos no seu devido prazo;
  • Tomada de decisões – Por conhecer a contabilidade a fundo da transportadora, ele pode ajudar nas tomadas de decisões ajudando no crescimento da empresa;
  • Adequação à tributação específica – Um contador irá verificar a melhor tributação para a sua empresa, afinal vários são os tipos de tributação que existem de acordo com cada tipo de prestação de serviços. E é importante estar ciente das obrigações com o Fisco;
  • Segurança nas Relações Trabalhistas – O contador irá regularizar o funcionário da sua transportadora com o registro devidamente correto, com os cálculos da folha de pagamento e outros impostos necessários para a geração do holerite;
  • Crescimento da empresa – Com a ajuda de um contador, você poderá acompanhar o crescimento geral da renda líquida da sua transportadora;
  • Planejamento Tributário – Com um contador especializado você terá nas suas mãos um planejamento tributário organizado, que proporcionará que você tenha todos os seus impostos e tributações controlados.

Você sabe quais as obrigações fiscais das transportadoras?

Assim como qualquer empresa, uma transportadora também tem as suas obrigações fiscais. A seguir separei uma listagem com as principais obrigações:

  • 1 – CT-e – Conhecimento de Transporte Eletrônico

O CT-e é um documento digital, emitido em um sistema próprio e assinado digitalmente, com a finalidade de emitir uma nota de prestação de serviços de transporte, seja rodoviário, aéreo, ferroviário, entre outros. Ele pode ser utilizado no transporte intermunicipal de mercadorias, quando ocorre a incidência de ICMS.

Alguns documentos foram substituídos pelo CT-e, como: Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas, modelo 8 e 9; Conhecimento Aéreo, modelo 10; Conhecimento de Transporte Ferroviário de Cargas, modelo 11; Nota Fiscal de Serviço de Transporte Ferroviário de Cargas, modelo 27; e Nota Fiscal de Serviço de Transporte, modelo 7.

  • 2 – MDF-e 

O MDF-e é um documento digital parecido com o CT-e que serve para vincular os documentos fiscais transportados na unidade de carga, que substituiu o Manifesto de Carga modelo 25.

Abertura De Empresa Em Salvador Bahia - Contabilidade em Salvador - BA | ConsulFis
  • 3 – CIOT – Código Identificador da Operação de Transporte

É a numeração de cada contrato de frete que é gerado ao receber o pagamento, e deve constar no Contrato de Frete e no CT-e.

  • 4 – CFOP – Código Fiscal de Operações e de Prestações 

O CFOP é um código do sistema tributário brasileiro, que deve ser colocado de maneira correta quando for emitido o CT-e, porque pode causar alguns problemas se estiver com código errado.

ICMS e o ISS nos serviços de transportes

  • 5 – ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços

O ICMS é um dos impostos que mais preocupam as empresas de transportadoras. Os contribuintes do ICMS são todos aqueles que realizam a prestação de serviço de transporte interestadual e intermunicipal, através da movimentação a partir do estabelecimento de origem, como na venda, transferência entre matriz e filial, permuta, e doação de bens de mercadoria.

A base de cálculo é feita sobre o valor do serviço de frete, mas a alíquota varia conforme o estado no qual a transportadora está instalada, verificando ainda se a responsabilidade do recolhimento é do destinatário ou do remetente.

  • 6 – ISS – Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza

O ISS se aplica a prestação de serviço, dependendo da sua atividade. Para o serviço com transportadora, ele é devido quando se tratar de um transporte iniciado e terminado no território de um único município, e é cobrada com base na receita da empresa, tendo alíquotas variáveis de 2% à 5%. 

Essas são as principais obrigações fiscais da transportadora, além do recolhimento do imposto, entrega das obrigações fiscais e lançamento correto das notas de saídas e CT-e.

Não cumprir com essas obrigações, pode ocorrer multas e autuações, por isso é preciso de um profissional contábil que auxilie e acompanhe essas obrigações.

Documentos que precisam serem entregues à contabilidade.

A ConsulFis é uma contabilidade especializa em transportadoras. clique aqui e conheça nossos serviços

Para que o contador tenha êxito na prestação de serviço contábil para a sua transportadora, você deve entregar mensalmente os seguintes documentos:

  • Notas Fiscais de saída, entrada, serviços prestados, e conhecimento de transporte eletrônico;
  • Recibos de pagamento de salário, pró-labore, férias, vale-transporte;
  • Guias dos impostos recolhidos como INSS, FGTS, Contribuição Sindical;
  • Arquivos eletrônicos da Nota Fiscal Paulista, Redução Z, e XML’s das notas fiscais;
  • Comprovante de pagamentos dos impostos, como Das, DARF, GARE, ISS, e GNRE;
  • Comprovantes de Despesas e Receitas que teve com a transportadora;
  • Extrato da movimentação bancária.

Gostou do post? Que tal compartilhar nas suas redes sociais para que outras pessoas saibam como funciona a contabilidade para transportadoras?

Referências:

Imagens  – Link: https://pixabay.com

Classifique nosso post post

Comentários:

Categorias

Outras notícias

Tags

Compartilhe

Recomendado só para você
Cada dia que passa o mundo digital cresce mais, e…
Cresta Posts Box by CP