• Edif. Advanced Trade, Sala 601, Caminho das Árvores, Salvador-Bahia
  • (71) 3052-1011
  • contato@consulfis.com.br

Como separar as contas pessoais da conta da empresa.

img

16

jan

Como separar as contas pessoais da conta da empresa.

16/01/2020 Artigos

Você tem um ótimo mês de vendas e está tão otimista que começa a fazer planos de expansão do seu negócio. Mas chega na hora de ver qual foi, realmente, o resultado e o lucro foi muito pequeno. O que será que aconteceu?

Muitos empreendedores acabam gastando os seus ganhos empresariais em despesas pessoais sem nem se darem conta. Esse é um erro bastante comum e que pode ser fatal para o negócio. Mas também é bem fácil de ser corrigido.

Veremos neste artigo a importância de separar a suas contas pessoais das contas da empresa e como você pode fazer isso!

A importância de separar as contas

Imagine que você receba R$200,00 por uma venda. No mesmo dia, utiliza parte dele para almoçar, outra para comprar remédios e fica apenas com R$75,00. No dia seguinte, acontece a mesma coisa. No final do mês, quanto será que o seu negócio rendeu? Quanto você conseguiu reinvestir na empresa e quanto foi gasto com gastos pessoais?

O principal problema de não separar as contas pessoais das empresariais é a bagunça que isso causa. Uma verdadeira bola de neve que causa desinformação em relação à saúde financeira tanto da empresa quanto pessoal. Veja só:

  • Fica impossível controlar os custos e estabelecer um fluxo de caixa empresarial.
  • Você não sabe em que está investindo o dinheiro pessoal, pois também não possui um controle disso.

Além disso, o princípio da Entidade – um dos Princípios de Contabilidade que devem ser seguidos por todas as empresas – afirma a autonomia patrimonial, ressaltando a necessidade da diferenciação de um patrimônio particular no universo dos patrimônios existentes. Ou seja, a  acepção de que o patrimônio da empresa não se confunde com aqueles dos seus sócios ou proprietários é também uma exigência legal.

Contas pessoais x contas da empresa: como separá-las?

Agora que você já compreendeu a importância fundamental de separar as suas contas, confira um passo a passo para fazer isso!

Faça um raio-X da situação atual

Comece analisando os seus últimos meses de operação. O quanto você vendeu e quanto efetivamente ficou na empresa? Para onde foi todo o dinheiro que não está mais no seu caixa?

Com isso, você enxergará o quanto misturar as contas está afetando o seu negócio e também facilitará a identificação de quais são os principais vilões das suas finanças. Talvez almoçar todos os dias no restaurante com o dinheiro das suas vendas esteja afundando o seu negócio.

Abertura De Empresa Em Salvador Bahia - Contabilidade em Salvador - BA | ConsulFis

Defina as suas retiradas

Ao entrar no mundo dos negócios, muito empreendedores acham que podem retirar dinheiro de suas empresas quando e como quiserem. Não é bem assim que deve funcionar. É para isso que existe o pró-labore – o nome dado ao salário dos sócios.

A partir do momento em que você define que retirará apenas R$2.000,00 por mês para você, fica mais fácil controlar tanto os seus gastos empresariais quanto os pessoais. Você notará uma melhor saúde financeira na empresa e na sua vida pessoal como um todo.

Tenha contas bancárias separadas

A maior cilada em que você pode cair é manter uma única conta bancária para tudo. Será muito difícil identificar quais entradas e saídas são da sua empresa e quais referem-se à pessoa física.

Com contas separadas, você conseguirá controlar facilmente o fluxo financeiro. O que entrar na conta empresarial, fica na empresa. O que você gastar com você mesmo, sai da conta pessoal.

Destaque as suas despesas domésticas

Algumas despesas domésticas estão incorporadas nas rotinas empresariais e você nem nota. Tente identificar todas elas para pagar com aquele valor com o seu pró-labore, e não com o dinheiro da empresa.

Se você utiliza o mesmo carro para a empresa e para lazer, por exemplo, não deixe que toda a gasolina seja paga pela empresa. Dessa forma, você estará tirando dinheiro do negócio para uso próprio.

Trabalhe com reservas

Estabelecer reservas é uma prática que aumenta bastante a sua segurança financeira – tanto empresarial quanto pessoal. Nunca gaste tudo o que recebe para poder cobrir imprevistos, como um mês de baixas vendas ou despesas não esperadas.

Da mesma forma, você pode fazer reservas pessoais para cobrir despesas inesperadas ou então para planejar aquela viagem de férias no final do ano – sem esquecer de administrar a sua empresa, é claro.

Você já faz a separação entre as contas pessoais e as contas da empresa? Gostou do conteúdo apresentado? Deixe o seu comentário!

Classifique nosso post post

Comentários:

Categorias

Outras notícias

Tags

Compartilhe

Recomendado só para você
Esse artigo demonstra alguns cuidados que os empreendedores devem evitar…
Cresta Posts Box by CP