• Edif. Advanced Trade, Sala 601, Caminho das Árvores, Salvador-Bahia
  • (71) 3052-1011
  • contato@consulfis.com.br

ANTT: O que é e qual sua importância?

img

14

ago

ANTT: O que é e qual sua importância?

14/08/2020 Contabilidade para Transportadora

Quer entender o que é a ANTT?

E também saber a importância da ANTT?

Se você está com essa dúvida em mente, chegou ao lugar certo, pois, aqui, você descobrirá o que todos os detalhes sobre é.

Então continue lendo este artigo!

O que é a ANTT?

ANTT é a sigla para Agência Nacional de Transportes Terrestres.

E tem como finalidade ser uma instituição federal encarregada de regularizar e fiscalizar os serviços de transporte de mercadorias e passageiros das rodovias brasileiras.

Assim, se você deseja trabalhar de acordo com a leis de trânsito, isto é, dentro da juridicidade, é essencial que você entenda o que é a ANTT e como tirar a ANTT.

Outra coisa, estando inscrito nessa instituição, a empresa de transporte de cargas e passageiros acabará por ter uma grande vantagem, pois, assim, terá uma instituição que vai monitorar e fiscalizar este segmento do mercado.

Logo, tendo um grande número de empresas de transporte registradas na ANTT, as pessoas serão bastantes beneficiadas com a circulação do transporte de cargas e passageiros.

Uma das funções que a ANTT exerce é o incentivo da segurança ao trânsito brasileiro.

Ora, o motivo disso é que, graças a fiscalização do peso das cargas, o sistema de frenagem desses veículos terá que ser respeitado, dessa maneira, as possibilidades de automóveis sofrerem acidentes serão significativamente diminuídas.

Vale dizer que há um elemento curioso da ANTT, que é o fato do transportador ser menos cobrado quando ele consegue transportar mercadoria em um único caminhão.

No entanto, se ele acabar por recorrer a outro veículo ou fazer mais de uma viagem, o gasto do serviço será maior.

Além disso, essa diferença de cobranças é bem coerente e fácil de se compreender, pois ocorre que, nessa situação, o benefício é, de certa forma, discordante.

A razão disso é que, a economia que se realiza sobrecarregando um veículo cria uma contradição das regras.

Um outro ponto importante sobre a ANTT é que um excesso de peso proporciona diversos prejuízos para o dono do transporte, por exemplo:

  • Deterioração antecipada do sistema de freios;
  • Desgaste dos pneus;
  • Deterioração do sistema de suspensão;
  • Deterioração do consumo de combustível.

Qual o objetivo do cadastro da ANTT?

Entenda que o cadastro na ANTT, seja ele do transporte de carga ou transporte de passageiros, é requisitado somente em transporte interestadual.

Sua criação data do ano de 2001, através da Lei nº 10.233.

Outra fator é, para conseguir tirar a ANTT, é preciso realizar um cadastro no Registro Nacional de Transportes Rodoviários de Cargas (RNTRC).

E bem, é através do RNTRC que a ANTT consegue monitorar e fiscalizar as informações dos transportadores, sejam eles de cargas ou de passageiros.

Além disso, é graças ao RNTRC que existem as pesquisas e estatísticas em relação a frota de caminhões, trabalhadores autônomos e empresas de transporte.

Vale dizer que a respeito dos transportes de passageiro, terão também que conhecer os detalhes para tirar a ANTT.

E, para isso, estas empresas de transportes de passageiros devem realizar o cadastro no Sistema de Habilitação de Transporte e Passageiros (SISHAB), e não no RNTRC.

Bem, o SISHAB é o lugar em que empresas de transportes de passageiros irão fazer o cadastro de informações das suas empresas, por exemplo, veículos, funcionários, armazéns, entre outros.

Assim, está claro que o RNTRC e o SISHAB são instituições essenciais para o funcionamento do Brasil.

Além disso, o cadastro desses serviços na ANTT é uma maneira inteligente de assegurar a segurança para as pessoas que desfrutam dessas atividades.

Posto tudo isso, creio que você já entendeu o objetivo de fazer o cadastro na ANTT.

Além de tudo isso, ela é um dos mecanismos que garantem que uma empresa de transporte de cargas ou transporte de pessoas proporcione segurança no trânsito.

Requisitos para tirar a ANTT para transportar cargas

Bem, para que a empresa de transporte de cargas seja capaz de tirar a ANTT, terá que cumprir algumas exigências.

Ora, estas exigências são referentes a categoria a qual ele se encontra, confira a seguir quais categorias são essas:

  • Categoria CTC (Cooperativa de Transporte Rodoviário de Carga).
  • Categoria ETC (Empresas de Transporte Rodoviário de Carga).
  • Categoria TAC (Transportador Autônomo de Cargas).

Descubra agora como tirar a ANTT para transportar cargas

Se você tem o objetivo de tirar a ANTT para transportar cargas, você terá que conectar-se ao RNTRC.

Assim, para fazer o cadastramento do transportador, é preciso cumprir três passos, confira eles a seguir.

Mas, antes disso, veja a seguir os requisitos para tirar a ANTT para transportar cargas.

1.Passo

Nesta parte, você terá que realizar o cadastramento das informações requisitadas.

Para fazer isso, a empresa de transporte de cargas terá que se direcionar ao ponto de atendimento.

Vale dizer que este ponto de atendimento tem que estar credenciado e autorizado a fazer o registro das informações da transportadora.

Além disso, é preciso realizar o cadastro do condutor, do transporte e da transportadora.

2.Passo

Nesta etapa, será realizada a verificação da aparência dos veículos.

Bem, para fazer isso, você terá que ir na central de atendimento, neste lugar serão entregues adesivos a empresa de transporte.

3.Passo

Nesta fase, será inserido, pelos empregados de uma central de atendimento, um aparelho eletrônico chamado “tag”.

Este aparelho é uma etiqueta eletrônica, que servirá para ser detectada pelas antenas.

Assim, estas antenas acabam por ser ferramentas para fiscalização e monitoramento, colocadas em algumas áreas das rodovias.

Outra coisa, estes aparelhos eletrônicos fazem com que a ANTT tenham uma eficiente fiscalização do fluxo de veículos inscritos.

Quais as vantagens da ANTT?

Tendo a ANTT, existirá uma variedade de vantagens tanto para o usuário quanto para o país, confira algumas a seguir:

  • Melhor informação sobre a disponibilidade de transpor;
  • Mais segurança ao contratar o transportador;
  • Diminuição de perdas e roubos de cargas;
  • Redução de custos dos seguros;
  • Identificação da distribuição espacial;
  • Quantidade e idade média da frota;
  • Demarcação das zonas de operação, por exemplo, urbana, estadual e regional.

E aí, gostou de acompanhar este artigo sobre ANTT? Já tinha ouvido falar sobre? Que tal deixar um comentário e compartilhar nas redes sociais?!

Classifique nosso post post

Comentários:

Categorias

Outras notícias

Tags

Compartilhe

Recomendado só para você
Alvarás e licenças obrigatórias para transportadoras No mundo contemporâneo, uns…
Cresta Posts Box by CP